➤ Como Abrir uma Franquia em 5 Passos

 

Aprenda Marketing Digital Para Promover Produtos Nas Redes Sociais
 

Mini-curso online ensina novas estratégias de marketing e vendas para promover produtos nas redes sociais.
 

Receba grátis em seu email hoje!
 

Muitas pessoas buscam independência financeira e pretendem ser donas de seu próprio empreendimento, deixando de trabalhar para terceiros. Uma das oportunidades de negócio mais recorrentes para fazer com que alguém consiga se tornar empreendedor é, de fato, abrir uma das franquias no Brasil.

Como Abrir uma Franquia em 5 passos

como-abrir-uma-franquiaO que ainda é causa de dúvidas para a maior parte dos profissionais que pretende se dedicar às franquias de baixo investimento, ou até mesmo às de maior porte, é o que seria necessário para abrir o empreendimento. A seguir daremos mais detalhes sobre o assunto, esclarecendo qualquer dificuldade.

Passo 1 – Faça contato com a empresa

Primeiramente, será necessário fazer o contato com a marca, seja uma franquia online ou física, para formalizar a aquisição da filial no local desejado. Assim, os consultores da marca estudarão a viabilidade do modelo de negócios, para perceber se as perspectivas são positivas e a concorrência – até mesmo de outros donos da mesma franquia, se for o caso. Uma sugestão: é imprescindível que se trabalhe com prazer; portanto, deve haver identificação total com a área de atuação da franquia pretendida.

Passo 2 – Entenda a parte burocrática

Como não se trata de uma empresa própria, pode ser que a central da marca, seja de franquias baratas e lucrativas ou de maior investimento, demande a abertura de uma sociedade anônima, para abertura da filial.

A partir daí, caso o empreendedor ainda não disponha desses documentos, será necessário obter o CNPJ, alvarás relativos ao ramo de atuação, entre outros.

Passo 3 – Fique de olho no investimento

Em relação ao valor de investimento inicial, é sempre válido que o mesmo não ultrapasse 70% do valor disponível. Os 30 % restantes deverão ser reservados para quitação de despesas pessoais; até mesmo pelo fato de ser absolutamente natural que, nos primeiros 12 meses, o negócio não renda o retorno total do investimento.

Só após esse período é que começa a ocorrer lucro.

Passo 4 – Nunca deixe a cautela de lado

A Circular de Oferta de Franquia deve ser lida e analisada profundamente, pois é um documento que apresenta todas as informações concernentes ao tipo de negócio. Além disso, todo o contrato de franquia oferecido pela marca deverá ser apreciado por um advogado, para que quaisquer dúvidas sejam dirimidas antecipadamente.

Algumas marcas permitem que o futuro franqueado acompanhe a rotina de uma das franquias existentes, como uma espécie de “test drive”. Aproveitar esse tipo de oportunidade, quando existir, é muito importante, para que se compreenda melhor todas as implicações do empreendimento, antes de tomar a decisão de prosseguir com a abertura do mesmo.

Passo 5 – Angarie informações com outros franqueados

Caso seja possível, é bem interessante conversar com outros franqueados, ou pessoas que tenham saído daquela franquia, para entender melhor o que não deu certo naquelas parcerias e concluir se são questões relativas à idoneidade da marca, ou algo específico de uma relação profissional e que não afetaria a confiança para abertura de um novo empreendimento. Buscar saber sobre a satisfação dos franqueados é também uma boa alternativa; afinal, todos buscam uma trajetória profissional mais tranquila e honesta, sem maiores problemas devido a parcerias pouco transparentes.

Para saber mais sobre o assunto, uma fonte valiosa de informações é o site do SEBRAE, através do endereço eletrônico: .

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!