Poker Online – do Iniciante ao Profissional

Muitas pessoas jogam poker com amigos e desfrutam de seu tempo livre para se divertir com este que é considerado um esporte da mente. Contudo, nem todos indivíduos percebem que o poker pode se tornar mais que um simples hobby.

É o momento que a profissionalização se abre como um caminho a ser trilhado por aqueles que realmente querem viver o poker em seu cotidiano. Não existe fórmula para o sucesso, mas nas próximas linhas deste artigo será possível acompanhar dicas para quem deseja atingir o nível profissional do poker.

Poker Como Renda Extra

Jogar poker pode ser tanto uma atividade conciliada com o emprego atual, assim como uma paixão em período integral. Trata-se de um jogo que possibilita o jogador fazer uma renda extra, o que é algo muito bem-vindo nos tempos atuais.

Seja um iniciante, que está dando os primeiros passos no poker, ou mesmo alguém mais experiente, sempre é possível otimizar o jeito de se jogar.

Por isso, a seguir serão mencionados alguns pontos essenciais para quem deseja sair do meio amador e atingir um patamar superior.

– Estar conectado

Praticar poker nos dias de hoje não depende exclusivamente de estar presente em uma mesa de cassino ou na casa de amigos. Basta estar conectado à internet para estar em contato com outras pessoas que também apreciam o esporte.

Diversos portais apresentam uma estrutura que remete a situações reais. Alguns iniciantes portanto, podem aprender como jogar poker em 888 facilmente. É uma forma de treinar e estabelecer uma rotina junto ao esporte.

Em tempos de poker online só não evolui quem tem preguiça ou problemas com a conexão de internet.

– Leitura

Mesmo sendo praticado de forma intensa no meio digital, o poker apresenta muito conteúdo offline. São livros que estão disponíveis no mercado para fazer a diferença na vida daqueles jogadores que desejam evoluir no esporte.

Algumas obras deste segmento são assinadas por verdadeiros especialistas. Campeões, estudiosos, profissionais que dedicaram suas vidas ao poker. Um dos mais famosos livros é assinado por Dan Harrington e Bill Robertie. Harrington on Hold ’em, Volume I: Strategic Play: Expert Strategy for No Limit Tournaments se trata de uma das literaturas mais relevantes no mundo do poker.

Outros títulos como Super System, de Doyle Brunson, e Every Hand Revealed, de Gus Hansen são opções para acompanhar.

– Torneios

Assistir torneios, participar de campeonatos locais, entender mais sobre eventos nacionais e mundiais. Estar antenado com o que ocorre no mundo do poker é uma significante opção para quem deseja evoluir.

Existem algumas organizações que são responsáveis por representar o poker tanto à nível global, quanto à nível nacional. No caso do Brasil, duas organizações que não pode ficar de fora do radar dos jogadores são a WSOP Brazil (World Series of Poker) e o BSOP (Brazilian Series of Poker).

– Jogadores

Tanto no Brasil como no cenário internacional existe uma diversidade de profissionais que começou a praticar o poker como uma ação recreativa. Partidas disputadas nos momentos de folga, jogos informais com amigos, participação em pequenos campeonatos.

Eis que a participação vai ganhando força até aparecerem os primeiros resultados. Este foi um caminho repetido por diversos jogadores até se tornarem grandes lendas do esporte. Nada melhor do que aprender com quem já trilhou este caminho.

Alguns dos nomes mais reconhecidos no mercado internacional que merecem destaque são Daniel Negreanu, Bryn Kenney e Justin Bonomo. Já em terras brasileiras vale seguir André Akkari, João Simão, Thiago Decano, Alexandre Gome e Felipe Mojave.

– Entidades

Acompanhar órgãos que organizam eventos ou que representam certa modalidade do poker. Esta é uma relevante opção para aqueles que tem o intuito de evoluir.

Isto porque ao seguir o trabalho realizado por organizações como a CBTH (Confederação Brasileira de Texas Hold’em), por exemplo, é uma maneira de estar por dentro de notícias do setor, de campeonatos e demais conteúdos relevantes para o esporte da mente.

A nível mundial, quem tem imensa responsabilidade e também representatividade é a IFMP (International Federation of Matchpoker, em português, Federação Internacional de Poker).

– Vida pessoal

Alguns aspectos da vida pessoal devem ser preservados em prol de melhores resultados no meio profissional.

Questões como rede de contatos, cuidados com a saúde e a própria organização financeira são essenciais para aqueles que desejam alçar voos mais longos no mercado do poker.

Mesmo se portando como fatores pessoais, estes pontos influenciam diretamente no meio de trabalho. Se sobreviver do poker é o objetivo, é preciso entender que este esporte da mente exige muita organização nas questões particulares dos atletas.

Acompanhar os profissionais, realizar leituras, participar de torneios, organizar a vida pessoal.

De acordo com os tópicos citados é possível observar que o caminho para o sucesso não é fácil e conciliar o poker à rotina de trabalho é algo totalmente alcançável.

Tudo começa com a prática como um passatempo que aos poucos vai se tornando uma atividade mais séria, ao ponto de tomar 100% do tempo daqueles que realmente desejam se dedicar ao esporte da mente.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!